20 Exemplos De Detalhes Técnicos


Los aspectos técnicos São todas aquelas palavras usadas em certas disciplinas ou ramos da ciência para se referir a fenômenos específicos intimamente ligados a esses campos. Por exemplo: bolsa, RAM, alvo.

Termos técnicos são utilizados em áreas muito específicas e são utilizados quando se sabe que o destinatário é especialista no assunto. Por isso é muito comum encontrá-los em meios de comunicação especializados, como uma revista médica ou um programa de astronomia. Também são utilizados em coletivas de imprensa, fóruns ou até mesmo em aulas.

Os tecnicismos são ferramentas fundamentais em qualquer área de estudo, como física, química, computação, música, pintura, teatro, medicina ou matemática. Em geral, não costumam ter usos fora das filiais em que foram criados, mas ficam restritos a essas áreas específicas. Por exemplo: endoscopia, dossiê, microchip.

Pode acontecer que esses termos sejam palavras novas ou neologismos criados para nomear algo que não havia sido inventado ou descoberto até agora. Da mesma forma, muitas vezes acontece que palavras que já existem em outras disciplinas são utilizadas e utilizadas com um significado adaptado a uma área diferente. É por isso que a invenção de termos técnicos é um recurso muito eficaz para a criação lexical. Por exemplo: patologia, fraude, enquadramento.

Índice de Conteúdos

Exemplos de detalhes técnicos

  1. Programas. No campo da informática, é utilizado para se referir à parte intangível dos computadores, ou seja, programas, arquivos ou dados.
  2. Hardware. Ao contrário do software, este termo refere-se a qualquer componente físico que constitui um computador (cabos, teclado ou tela, entre outros).
  3. Se for assim. No campo da economia, é utilizado para se referir à entidade que fornece as ferramentas e facilidades para que seus clientes possam realizar negociações como compra e venda de ações.
  4. BATER. Na computação, é usado para se referir à memória onde os dados e programas de um computador são armazenados.
  5. Cirurgia. Refere-se à especialidade da medicina que visa a cura de doenças por meio de operações. Dentro da cirurgia existem diferentes ramos, como o plástico, o estético ou o geral.
  6. Dolo. No âmbito jurídico, este termo é utilizado para se referir aos crimes que foram cometidos deliberadamente, ou seja, com a intenção de cometê-los, mesmo com conhecimento das consequências que podem acarretar.
  7. Alvo. É um empréstimo do inglês que significa mirare é utilizado em marketing para se referir ao segmento que se deseja atingir com um serviço ou produto, bem como às diversas promoções que são feitas sobre eles.
  8. Funcionários. É muito comum ouvir essa palavra tirada do inglês na área administrativa e empresarial, pois se refere ao quadro de funcionários, funcionários ou trabalhadores que compõem uma determinada organização ou empresa.
  9. Nicho de mercado. É utilizado em marketing para se referir ao segmento de mercado cujas necessidades e qualidades são homogêneas.
  10. Açoitado. No balé, esta palavra de origem francesa é usada para se referir às voltas em que é feita uma mudança rápida na direção da perna que é colocada atrás ou na frente da perna de apoio.
  11. Partes. Na legislação, esse termo é utilizado para se referir às posições enfrentadas em litígios.
  12. Culposo. Na lei, é utilizado para se referir aos crimes cometidos sem intenção, por desrespeito a uma obrigação, por negligência ou omissão.
  13. Tigela. Em economia, refere-se à relação estabelecida entre duas grandezas em relação a uma quantidade de dinheiro.
  14. Praça. No marketing, esse tecnicismo é utilizado para falar do espaço físico em que determinado serviço ou produto é vendido, distribuído ou promovido.
  15. Litígio. Na lei, esta palavra refere-se aos confrontos que ocorrem entre as duas partes dentro de um julgamento.
  16. Mania. No campo da psiquiatria, esse tecnicismo refere-se à síndrome ou quadro clínico que se caracteriza pela excitação psicomotora derivada de uma exaltação da autoconsciência.
  17. Spyware. Este detalhe técnico é utilizado em informática para se referir aos programas que entram no computador sem que o usuário perceba e que coletam informações e depois as fornecem a outra entidade.
  18. Amostragem. Em marketing, esta palavra refere-se a um conjunto de indivíduos que fazem parte de uma amostra que será estudada, a fim de identificar as qualidades de uma população como um todo.
  19. Setar. Na computação, refere-se a estabelecer a configuração desejada em um programa ou hardware.
  20. Passivos. Em economia, refere-se ao valor monetário total das dívidas de uma empresa, instituição ou pessoa física, que se refletem na sua contabilidade.
Pode interessar-lhe:  Como Você Escreve? Quando E Quando

Se gostou, partilhe-o: