20 Exemplos De Cadeias Tróficas

Las cadeias tróficas ou cadeias alimentares são ciclos energéticos ou nutricionais entre as diferentes espécies envolvidas em uma comunidade biológica, em que cada uma se alimenta da anterior.

Se chama nível trófico a cada elo dessa cadeia, o que determina a relação de uma espécie com os que estão acima ou abaixo da cadeia: predadores e alimentos, respectivamente. Porém, é um ciclo que se retroalimenta quando grandes predadores morrem e servem de suporte para microorganismos e necrófagos que se alimentam de seus restos.

Em linhas gerais, uma cadeia trófica é composta por um primeiro degrau de produtores (geralmente fotossintéticos), um elo de herbívoros ou exploradores e, a seguir, uma sucessão ascendente de predadores até atingir o maior.

Los problemas da cadeia trófica apontam para o desaparecimento de algum elo intermediário, o que levaria à proliferação desordenada de algumas espécies e à extinção de outras, pois se perde o equilíbrio biológico.

  • Pode te ajudar: Mutualismo
Índice de Conteúdos

Exemplos de cadeias alimentares

louva-a-deus - cadeia trófica
  1. No mar, o fitoplâncton (vegetal) serve de alimento para crustáceos malacostracos (krill), que são comidos por peixes (muito) pequenos. Estes, por sua vez, são predados por peixes maiores como a sardinha, que servem de alimento para predadores como a barracuda. Estes, quando morrem, são decompostos por necrófagos como caranguejos e outros crustáceos.
  2. Los coelhos Eles se alimentam de plantas e grama, mas são predados por pumas, raposas e outros quadrúpedes carnívoros de tamanho médio. Ao morrer, estes últimos servem de alimento para aves carniceiras como os abutres (abutres).
  3. Las plantas São parasitados por lagartas, que servem de alimento a vários pequenos pássaros, por sua vez predados por aves caçadoras como a águia ou o falcão, cujos corpos serão decompostos por bactérias e fungos quando morrerem.
  4. Los insetos Assim como os gafanhotos comem as folhas das plantas, os sapos insetívoros as comem e as cobras comem os sapos. E, finalmente, essas cobras podem ser devoradas por outras maiores.
  5. o zooplâncton marinho serve de alimento para as baleias, que a capturam com suas longas barbas, e estas são predadas pelo homem.
  6. A carne em decomposição do animais mortos Serve de alimento para as larvas das moscas, que, ao crescerem e se tornarem imagos, serão predadas pelas aranhas, que por sua vez são vítimas de outras aranhas maiores, que servem de alimento para os guaxinins e quatis, enfim predado por cobras de caça carnívoras, como o Jingle Bell.
  7. o refeição alimenta as ovelhas, vítimas prediletas de onças e onças, que ao morrer são decompostas em húmus por bactérias e fungos, voltando a nutrir o capim.
  8. o Córtex das árvores serve de alimento para certos tipos de fungos, que por sua vez servem de alimento para pequenos roedores (como os esquilos), que por sua vez são presas de aves de rapina (como as corujas).
  9. o fitoplâncton marinho É alimento para bivalves como mexilhões, que são predados por caranguejos e estes por sua vez por gaivotas.
  10. Los besouros Os jogadores de bola se alimentam de fezes de animais superiores, mas são predados por lagartos e lagartos, que por sua vez se alimentam de mamíferos como coiotes.
  1. Muitos insetos gostam abelhas subsistem de néctar floral e são predados por aranhas que, por sua vez, se alimentam de pequenos pássaros, vítimas de felinos selvagens como o gato-do-mato.
  2. o zooplâncton Marine alimenta pequenos moluscos como lulas, predados principalmente por peixes de tamanho médio, por sua vez alimento para focas e mamíferos marinhos, que por sua vez podem ser caçados por baleias orcas.
  3. A matéria orgânica em decomposição alimenta as bactérias, que fazem o mesmo com os protozoários (como as amebas de vida livre) e estas com certos nematóides (vermes), que por sua vez fornecem sustento para os nematóides maiores.
  4. Las borboletas eles se alimentam de néctar floral ou de frutas e são alimento para insetos predadores, como o louva-a-deus. Mas isso também serve de alimento para morcegos, que acabam sendo predados por gambás.
  5. o maleza Ele suporta grandes herbívoros, como a zebra, que por sua vez é predado pelo crocodilo.
  6. Las vermes Alimentam-se de matéria orgânica em decomposição na própria terra, e por sua vez servem de alimento para pequenos pássaros, também vítimas da caça de felinos como os gatos, que, ao morrer, devolvem a matéria orgânica à terra para alimentar novos vermes.
  7. o milho Serve de alimento para galinhas, cujos ovos são comidos por doninhas, e estas por sua vez por cobras caçadoras.
  8. Alguns aranhas aquáticas alimentam-se de larvas caçadoras de outros insectos, durante a sua fase submersa, servindo simultaneamente de presa a alguns peixes de rio, que são predados pelo guarda-rios ou pelas cegonhas.
  9. No mar, o plâncton Serve de alimento para peixes pequenos, e estes para peixes maiores, que por sua vez são predados por peixes maiores. O provérbio diz que sempre há um peixe maior no oceano.
  10. Alguns insetos parasitas na pele de mamíferos (como carrapatos) são comidos por pássaros simbióticos que obtêm seu alimento limpando esses mamíferos. Essas aves, por sua vez, são predadas por aves de rapina, como o condor.
Pode interessar-lhe:  20 Exemplos De Organismos Unicelulares

  • comensalismo
  • Habitat e nicho ecológico
  • níveis de organização ecológica