25 Exemplos De Tipos De Pesquisa

UMA pesquisar É um processo através do qual é possível descobrir ou expandir o conhecimento. Embora seja a base do conhecimento científico, nem toda pesquisa é científica; pode ser do tipo técnico-policial ou detetive.

Para que uma investigação seja de natureza científica, deve haver uma metodologia científica aplicada para resolver um problema. Este tipo de pesquisa permite conhecer um problema ou um assunto em maior profundidade através de uma série de ferramentas ou métodos que são utilizados para propor, verificar ou descartar uma ou mais hipóteses.

As investigações, por sua vez, podem ser classificadas de acordo com o objeto de estudo, a extensão, as variáveis, o tipo de dados utilizados, as técnicas de coleta de dados, o nível de profundidade, o tipo de inferência utilizada, sua temporalidade, as fontes de coleta de dados, entre outros fatores.

  • Ele pode te ajudar: Tópicos de pesquisa

Tipos de pesquisa de acordo com o objeto de estudo

  1. Pesquisa básica ou pura. É aquele puramente teórico que busca desenvolver leis e princípios indo além de suas aplicações na prática. O principal objetivo desse tipo de pesquisa é ampliar ou aprimorar o conhecimento teórico e as previsões que podem ser feitas sobre fenômenos naturais.
  2. Pesquisa aplicada. É aquele que se concentra em encontrar mecanismos que permitam alcançar determinado objetivo prático, como a cura de uma doença. O tipo de escopo ao qual se aplica é específico.
  3. pesquisa analítica. É aquele que utiliza um procedimento complexo que estabelece a comparação de variáveis ​​entre os grupos de estudo e controle.
Pode interessar-lhe:  Exemplos De Mapas Conceituais

Tipos de pesquisa de acordo com a extensão do estudo

  1. pesquisa de censo. É aquela que tem como objeto de estudo um grupo de pessoas.
  2. investigação de caso. É aquele que se concentra exclusivamente em um caso particular.

Tipos de pesquisa de acordo com as variáveis

  1. pesquisa experimental. É aquele que se baseia na manipulação de variáveis ​​sob condições controladas, nas quais se replica um determinado fenômeno e se observa como as variáveis ​​manipuladas produzem determinado efeito.
  2. pesquisa não experimental. É aquele que se baseia na simples observação, portanto, não há controle sobre as variáveis.
  3. pesquisa quase experimental. É aquela que pretende manipular algumas variáveis ​​específicas, mas, ao contrário da pesquisa experimental, você não tem controle total sobre elas.

Tipos de pesquisa de acordo com o tipo de dados utilizados

  1. Pesquisa qualitativa. É aquele que se baseia na obtenção de dados ou variáveis ​​qualitativas, ou seja, que em primeira instância, não são quantificáveis ​​pela observação. Os dados obtidos são subjetivos e pouco controláveis ​​e não permitem uma explicação clara dos fenômenos, mas podem ser operacionalizados posteriormente para serem analisados.
  2. Investigação quantitativa. É aquele que se baseia no estudo e análise da realidade através de diferentes procedimentos de medição. Seus resultados são baseados em variáveis ​​quantitativas e estatísticas, portanto, são objetivos e generalizáveis.
  • Ele pode te ajudar: Pesquisa qualitativa e quantitativa

Tipos de pesquisa de acordo com as técnicas de coleta de dados

  1. pesquisa participativa. É aquele em que o pesquisador interage de forma dinâmica e coleta dados sem emitir qualquer opinião que possa comprometer a investigação.
  2. Investigação de alta interferência. É aquela em que o pesquisador deve estar presente no campo de pesquisa corroborando pessoalmente os dados.
  3. Investigação de baixa interferência. É aquele em que vários pesquisadores analisam os dados já obtidos.
Pode interessar-lhe:  30 Exemplos De Longitude E Latitude

Tipos de pesquisa de acordo com o nível de profundidade

  1. Investigação exploratória. É aquele que se concentra em analisar pela primeira vez aspectos específicos da realidade que ainda não foram explorados em profundidade. É uma primeira abordagem e não parte de teorias já detalhadas, pois tenta criar as primeiras explicações completas a partir dos resultados que alcança.
  2. pesquisa descritiva. É aquele cujo objetivo é estabelecer uma descrição completa de um fenômeno, uma situação ou um elemento específico, sem questionar suas causas e consequências ou oferecer um juízo de valor sobre elas. Seu objetivo é obter um estado da situação de um determinado fenômeno.
  3. pesquisa explicativa. É aquele que é usado para tentar determinar as causas e consequências de um fenômeno específico. É o mais comum na ciência. Seu objetivo é saber como um determinado estado em questão foi alcançado.

Tipos de pesquisa de acordo com o tipo de inferência utilizada

  1. investigação dedutiva. É aquele que se baseia no estudo da realidade e na verificação ou refutação de uma ou mais premissas. Desta forma, se as premissas estiverem corretas e o método aplicado estiver correto, a conclusão também estará correta.
  2. pesquisa indutiva. É aquele que começa com a observação e, a partir disso, as teorias são propostas ao final do processo de pesquisa. Ou seja, as conclusões são obtidas a partir da observação dos fatos. Embora a observação e a análise permitam tirar certas conclusões, elas não são consistentes para fazer generalizações ou previsões.
  3. Investigação hipotético-dedutiva. É aquele que é executado para criar uma teoria científica. Baseia-se na geração de hipóteses a partir de observações por indução, hipóteses que geram teorias que por sua vez devem ser verificadas ou refutadas por meio da experimentação.

Tipos de pesquisa de acordo com sua temporalidade

  1. pesquisa longitudinal. É aquele que se caracteriza por observar os mesmos sujeitos ou processos ao longo de um período específico. Permite ver a evolução das características e variáveis.
  2. pesquisa transversal. É aquele que se caracteriza por comparar as características de diferentes sujeitos em um momento específico. É usado na psicologia do desenvolvimento, nas ciências sociais e na educação.

Tipos de pesquisa de acordo com as fontes de informação

  1. pesquisa documental. É aquele que consiste na seleção e compilação de informações por meio da leitura e crítica de documentos e materiais bibliográficos, provenientes de bibliotecas, arquivos de jornais, centros de documentação e informação.
  2. Pesquisa de campo. É aquele aplicado para entender e resolver uma situação, necessidade ou problema em um contexto específico. O pesquisador trabalha no ambiente em que os eventos ocorrem, coletando dados e fontes que sustentem sua hipótese.

  • Variáveis ​​dependentes e independentes
  • Estudo de caso
  • Projeto de investigação
  • Relatório