20 Exemplos De Desastres Tecnológicos

No campo social, a palavra desastre É usado para se referir aos episódios em que ocorre um evento que causa a destruição de grande parte de uma cidade ou de um país com enormes perdas civis e materiais. A capacidade de reação das pessoas está sobrecarregada, incluindo as instituições preparadas para reagir a tais desastres.

Os desastres naturais são produto da ação da natureza, porém, às vezes, são devidos à atividade humana: a poluição ambiental e a exploração errônea e irracional dos recursos naturais renováveis ​​produzem uma série de efeitos negativos sobre a natureza, o que tem demonstrado ter um efeito impacto neste tipo de desastre a longo prazo.

  • Ele pode te ajudar: Problemas ambientais

desastres tecnológicos

Los desastres tecnológicos são aqueles acidentes produzidos a partir do manuseio de equipamentos perigosos, que causam danos ao meio ambiente, à saúde, ao componente socioeconômico e também à infraestrutura produtiva de uma nação ou de um sistema. Por exemplo: explosão de oleoduto na Nigéria, tragédia em Amuay, na Venezuela.

Por se tratar de avanços tecnológicos, muitas vezes o desenvolvimento ocorre de forma planejada, e os equipamentos evoluem levando em consideração as possibilidades de falhas: um desastre tecnológico implica a superação de todas essas alternativas, saturando completamente o funcionamento esperado dos equipamentos ou produtos químicos.

desastres tecnológicos radioativos
  • Tecnologias limpas

Exemplos de Desastres Tecnológicos

Vazamento de gás isocianato de metila na Índia O desastre de Bhopal na Índia.
Explosão de oleoduto na Nigéria Explosión de Chernobyl.
Explosão em uma mina de carvão da Virgínia. Incêndio em um depósito de combustível no Egito.
Explosão de um navio francês de carga de explosivos para a primeira guerra mundial. O rio Citrarum na Indonésia.
Explosões na usina nuclear de Fukushima, no Japão. Poluição na cidade de Linfen, China.
Tragédia em Amuay, na Venezuela. Explosão de fábrica de produtos químicos na Alemanha
Explosão de um depósito de munições, em Lagos, 2002 Explosão de oleoduto no Brasil.
A cidade de Peshawar, no Paquistão. Explosão de amônia nos Estados Unidos
O desastre de Texas City, em um incêndio a bordo do cargueiro SS Grandcamp. Garbage Island, no Oceano Pacífico, perto do Havaí.
Poluição no Lago Karachay na Rússia Cadeia de explosões em uma fábrica de gás LP no México
Pode interessar-lhe:  40 Exemplos De Ciência E Tecnologia

Prevenção e segurança

A incidência de acidentes tecnológicos aumentou com o avanço da tecnologia, principalmente em decorrência da produção, armazenamento e uso de um maior número de novas substâncias e da invenção de novas tecnologias.

É por isso que muito se avançou em termos de prevenção e alerta para essas situações. É considerado perigoso qualquer material nocivo ou prejudicial que durante alguma das fases da sua geração possa libertar fumo, gases, vapores, poeiras ou fibras de natureza perigosa (por ser explosivo, inflamável, tóxico, infeccioso, radioactivo ou irritante). substância e alerta quem a manuseia.

A segurança industrial, a elaboração de documentos normativos, a atualização permanente de estudos de risco, simulacros e supervisão em termos de proteção contra possíveis desastres tecnológicos contribuem para uma melhor resposta e consequentemente para a redução de possíveis riscos, pelo que a maioria dos países estabelece regulamentação nesta matéria.

Embora os efeitos dos desastres tecnológicos sejam geralmente vistos diretamente no momento em que esses desastres ocorrem, há momentos em que as consequências são de longo prazo. A contaminação química da água, a contaminação do solo, da cadeia alimentar ou de produtos domésticos comuns, bem como os efeitos adversos na saúde ou no meio ambiente podem perdurar por anos, sendo consequência de um desastre deste tipo.