20 Exemplos De Bactérias Gram Positivas E Gram Negativas

O método de tintura de Gram de reconhecimento e classificação bacteriana foi inventado pelo cientista dinamarquês Christian Gram em 1884 e daí deriva seu nome.

Consiste em adicionar uma série específica de pigmentos e mordentes a uma amostra de laboratório, obtendo assim uma coloração rosa ou violeta, dependendo do tipo de bactéria: o Gram positivas eles respondem ao pigmento e aparecerão roxos sob o microscópio; enquanto o Gram negativas eles resistem a manchas e mancham de vermelho ou rosa.

Essa diferença de resposta reflete uma composição diferente do envelope celular, já que as células gram-positivas possuem uma espessa camada de peptidoglicano (mureína), o que lhes confere grande resistência, mas as faz reter muito melhor o corante.

As células gram-negativas, por outro lado, possuem uma membrana lipídica dupla em seu envelope, portanto, requerem uma camada muito mais fina de peptidoglicano e, portanto, não se coram da mesma maneira.

Este método revela uma tipologia bacteriana natural, útil na hora de identificar a espécie e, sobretudo, o antibiótico necessário para combatê-la.

Embora as bactérias gram-positivas sejam um grupo variado e majoritário, com a presença de organismos móveis (flagelados) e até fotossintéticos. Gram-negativos são responsáveis ​​por muitas das mais mortais doenças conhecidas de origem bacteriana.

20 Exemplos De Bactérias Gram Positivas E Gram Negativas

Exemplos de Bactérias Gram-Positivas

  1. Staphylococcus aureus. Responsável por abscessos, dermatites, infecções localizadas e possíveis gastroenterites.
  2. Streptococcus pyrogenes . Causa infecções supurativas no trato respiratório, bem como febre reumática.
  3. Streptococcus aglatiae. Frequente em casos de meningite neonatal, endometrite e pneumonia.
  4. Streptococcus faecalis. Comum em infecções do trato biliar e urinário, vive no cólon humano.
  5. Streptococcus pneumoniae. Responsável por pneumonia e infecções do trato respiratório, bem como otite, meningite e peritonite.
  6. Sangue de estreptococo. Causa endocardite, quando entra na corrente sanguínea através de lesões em seu habitat, na boca e na mucosa dental.
  7. Clostridium tetani. As bactérias responsáveis ​​pelo tétano entram no corpo a partir do solo por meio de traumas nas extremidades.
  8. bacilo antrax. É a conhecida bactéria do antraz, tanto em sua versão cutânea quanto pulmonar.
  9. Clostridium botullinum. Causador do botulismo clássico e infantil, vive no solo e em alimentos mal conservados.
  10. Clostridium perfringes. Essa bactéria secreta toxinas que destroem a parede celular e é responsável pela gangrena gasosa, enterite necrosante e endometrite.
Pode interessar-lhe:  Exemplos De Mutações Genéticas

Exemplos de Bactérias Gram Negativas

  1. Neisseria meningitidis. Bactéria perigosa que causa meningite e meningococcemia, coloniza o trato respiratório humano e sobe para as meninges através da corrente sanguínea.
  2. Neisseria gonorrhoeae . Conhecido por ser a causa da gonorréia, uma doença sexualmente transmissível comum.
  3. Escherichia coli. Habitante regular do cólon humano, está envolvido na chamada “diarréia do viajante”, bem como na meningite neonatal, sepse e infecções do trato urinário.
  4. Salmonella typhi. Bactérias responsáveis ​​pela doença conhecida como febre tifóide, geralmente transmitida por via fecal-oral: contaminação da água, má eliminação de excrementos ou falta de higiene.
  5. Salmonella enteritidis. Geralmente causa enterocoite e septicemia com abscessos se passar do intestino para o sangue.
  6. Haemophilus influenzae . Geralmente bacilo aeróbico, é responsável por inúmeras meningites, otites, sinusites, broncopneumonias, celulites e artrites sépticas.
  7. Bordetella pertussis. Causa da doença conhecida como coqueluche, com alta mortalidade infantil.
  8. Aborto de Brucella. Causa a brucelose, uma doença do gado que é transmitida aos humanos pelo contato com animais ou pela ingestão de laticínios não pasteurizados.
  9. Francisella tularensis. Responsável pela chamada “febre do coelho” ou tularemia, é transmitida ao homem por vetores (ácaros ou outros tipos de exoparasitas) de coelhos, veados e animais semelhantes.
  10. Pasteurella multocida. Bacilo anaeróbico, transmitido pela picada de animais domésticos infectados, como cães e gatos. Ele se espalha pela pele e infecta o sistema respiratório, causando também a celulite.

No fascinante mundo da microbiologia, as bactérias Gram-positivas e Gram-negativas desempenham papéis distintos, influenciando tanto a saúde humana quanto o meio ambiente. Neste artigo, mergulharemos nas diferenças fundamentais entre esses dois grupos bacterianos, proporcionando uma compreensão aprofundada de suas características únicas.

O Que São Bactérias Gram-Positivas e Gram-Negativas?

Antes de explorarmos as diferenças, é essencial entender o que distingue as bactérias Gram-positivas das Gram-negativas. A diferenciação baseia-se na coloração de Gram, um método laboratorial que revela características específicas das paredes celulares bacterianas.

Pode interessar-lhe:  12 Exemplos De Poluição Do Ar

Bactérias Gram-Positivas

As bactérias Gram-positivas retêm a cor violeta da coloração de Gram. Isso ocorre devido à espessura da parede celular, que retém o corante violeta-índigo.

Bactérias Gram-Negativas

Por outro lado, as bactérias Gram-negativas adquirem uma coloração rosa-vermelha durante o teste de Gram. Sua parede celular mais fina permite que o corante violeta-índigo seja lavado, sendo substituído pelo corante vermelho.

Diferenças na Estrutura da Parede Celular

Bactérias Gram-Positivas

As bactérias Gram-positivas possuem uma parede celular mais espessa, composta principalmente por peptidoglicano. Essa característica confere maior resistência e estabilidade estrutural.

Bactérias Gram-Negativas

Contrastando, as bactérias Gram-negativas possuem uma parede celular mais fina, composta por uma camada de peptidoglicano entre duas membranas lipídicas. Isso as torna mais suscetíveis a certos tratamentos antibióticos.

Implicações na Patogenicidade

Bactérias Gram-Positivas

Muitas bactérias Gram-positivas são conhecidas por serem patogênicas, causando diversas doenças humanas. Exemplos incluem Staphylococcus aureus e Streptococcus pneumoniae.

Bactérias Gram-Negativas

Por outro lado, bactérias Gram-negativas frequentemente apresentam resistência a antibióticos devido à complexidade de sua estrutura celular. Além disso, algumas são responsáveis por infecções graves, como Escherichia coli e Pseudomonas aeruginosa.

Importância na Pesquisa e na Medicina

A compreensão das diferenças entre bactérias Gram-positivas e Gram-negativas é fundamental na pesquisa microbiológica e na prática clínica. Influencia a escolha de antibióticos e o desenvolvimento de estratégias eficazes de combate a infecções bacterianas.

As diferenças entre bactérias Gram-positivas e Gram-negativas vão além da simples coloração de laboratório. Elas têm implicações significativas na patogenicidade, na resistência a antibióticos e na abordagem clínica de infecções bacterianas. Ao compreender essas nuances, estamos melhor equipados para enfrentar os desafios apresentados por esses microrganismos.