10 Exemplos De Citações Textuais


A cita textual o directa É uma forma de incluir palavras de outro texto literalmente na própria escrita, ou seja, sem fazer nenhuma modificação. Por exemplo: “Os paradigmas são tão difundidos e invisíveis que são facilmente confundidos com a verdade” (Leonard, 2011, p. 33).

As citações textuais são frequentemente utilizadas em ensaios, teses, monografias e todo o tipo de trabalhos académicos, pois permitem-nos retirar ideias de outros textos para os debater ou para reforçar o nosso ponto de vista.

Para se referir à fala alheia, existem certas marcas formais que permitem ao leitor identificar que está lendo palavras retiradas de outros textos. Além disso, são fornecidas as informações necessárias para que seja possível ir à fonte original da cotação.

Devemos sempre explicar de onde foi tirada uma citação textual e diferenciar nossa própria voz da de outra pessoa. Caso contrário, você incorrerá plágiouma forma de desonestidade intelectual que pode levar a problemas e sanções.

Para ter em conta: Tanto as citações textuais quanto a bibliografia final de um texto costumam ser elaboradas seguindo modelos metodológicos padronizados. Os mais difundidos atualmente são os padrões APA (American Psychological Association) e MLA (Modern Language Association).

Como citar literalmente?

Os padrões da APA estabelecem que as citações no texto devem incluir uma referência entre parênteses com as seguintes informações:

  • Sobrenome do autor. É a primeira informação oferecida para identificar o texto fonte. Em alguns casos, se o autor tiver sido nomeado antes da citação ou se estiver claro a quem pertence no contexto, esta informação pode ser omitida entre parênteses.
  • Ano de publicação do texto. Isto é particularmente importante se houver vários textos citados do mesmo autor, pois podem ser distinguidos por ano. Caso haja mais de um do mesmo ano, diferenciam-se adicionando uma letra minúscula após o número e sem espaços, começando pelo a (por exemplo: 2004a).
  • Número de páginas citadas. Na maioria das vezes eles são precedidos por abreviaturas pág. ó pp. (dependendo se for uma página ou mais). Caso sejam várias páginas consecutivas, citam-se a primeira e a última, separadas por um pequeno travessão (por exemplo: pp. 12-16). Caso tenham mais de uma página, mas sejam descontínuos, utilizam-se vírgulas (ex. pp. 12, 16).
Pode interessar-lhe:  15 Exemplos De Enigmas Em Nahuatl (com Sua Tradução)

Então, uma citação textual ficaria assim: Se considerarmos que “cerca de um milhão de espécies de insetos foram descritas e catalogadas, mas estima-se que existam dez vezes mais espécies” (Deutsch, 2009. p. 135), fica claro que há muito trabalho pela frente para obter um inventário completo da fauna do planeta.

Para ter em conta: Os dados que aparecem entre parênteses em uma citação textual devem sempre referir-se à bibliografia, onde se encontram as referências completas de todos os textos.

Tipos de cita textual

Dependendo do comprimento das cotações, elas diferem:

Em ambos os formatos de citação, os elementos podem ser colocados em uma ordem diferente, dependendo se você deseja dar ênfase ao autor ou à própria citação:

  • Citação textual narrativa ou com ênfase no autor. Por exemplo: Neste trabalho sustentamos, como afirma Di Tullio (2003), que “a identidade linguística vem da língua materna” (p. 29).
  • Citação textual entre parênteses ou com ênfase no conteúdo. Por exemplo: Neste trabalho sustentamos que “a identidade linguística vem da língua materna” (Di Tullio, 2003, p. 29).

Exemplos de citações textuais

Exemplos de citações textuais curtas

  1. Como podemos perceber na pesquisa de Foucault (2001), a noção de loucura é parte integrante da razão, dado que “não há civilização sem loucura” (p. 45).
  2. Se analisarmos a literatura francesa antes da revolução, veremos que “a literatura ilegal formou um mundo próprio, um setor especial do comércio de livros” (Darnton, 2008, p. 51).
  3. É aconselhável, neste sentido, recorrer à psicanálise: “A doutrina do ser se manifesta a partir da introjeção [castración] da linguagem no indivíduo” (Tournier, 2000, p. 13).
  4. É o que afirma Elena Vinelli no prólogo da obra, quando sustenta que “é a construção sociocultural dos gêneros que diferencia a subjetividade feminina da masculina” (2000, p. 5), dando-nos uma compreensão do aspecto feminista que está na base do romance de Sara Gallardo.
  5. Portanto, não se deve esperar muito mais destas investigações, exceto “a breve decepção de encontrar a verdade insuspeitada”, como afirma Evers (2005, p. 12) em seu famoso diário de pesquisa.
Pode interessar-lhe:  Ensaio Descritivo Sobre a Natureza

Exemplos de citações longas no texto

  1. Assim, podemos ler no romance de Gallardo (2000):

Mas as mulheres sempre passam em grupos. Eu me escondi e esperei. Mauricia passou com sua jarra e eu a arrastei. Todos os dias ela fugia para me encontrar, tremendo de medo do marido, às vezes cedo e às vezes tarde, para aquele lugar que eu conheço. Na casa que fiz com minhas próprias mãos, para morar com minha esposa, na missão do gringo norueguês ela mora com o marido (p. 57).

  1. A isto convém contrastar a visão do autor francês:

Nas religiões universais, como o Cristianismo e o Budismo, o pavor e a náusea precedem as fugas de uma vida espiritual ardente. Ora, esta vida espiritual, que se baseia no reforço das primeiras proibições, tem, no entanto, o sentido de festa (Bataille, 2001, p. 54).

  1. A escrita constitui um ponto de encontro e de discordância das visões mais positivas e mais românticas sobre o fato literário. Nesse sentido, é útil a distinção que Sontag (2000) faz:

Aqui está a grande diferença entre ler e escrever. Ler é uma vocação, um ofício no qual, com a prática, estamos destinados a nos tornarmos cada vez mais experientes. Como escritor, o que se acumula são sobretudo incertezas e ansiedades (p. 7).

  1. Esse conceito de “devir” pode ser encontrado espalhado pela obra do filósofo. No entanto, o seu esclarecimento parece ser uma questão complicada:

Devir nunca é imitar, nem fazer gostar, nem adaptar-se a um modelo, seja o da justiça, seja o da verdade. Nunca há um ponto final a partir do qual se começa, nem ao qual se chega ou deveria chegar. Nem são dois termos que são trocados. A pergunta “O que há na sua vida?” é particularmente estúpido, pois à medida que alguém se torna, o que ele se torna muda tanto quanto ele. […]. Chega de máquinas binárias: pergunta-resposta, homem-mulher, homem-animal, etc. (Deleuze, 1980, p. 6).

  1. Neste mesmo sentido, na correspondência entre Sigmund Freud e Albert Einstein, é possível ler o seguinte:

Você é muito mais jovem do que eu e espero que, quando atingir a minha idade, esteja entre meus “apoiadores”. Como não estarei neste mundo para ver isso, só agora posso antecipar essa satisfação. Você sabe o que penso agora: “Antecipando com orgulho uma honra tão elevada, agora desfruto…” [Este fragmento es una cita tomada del Fausto de Goethe]. Cordialmente e com invariável admiração e respeito, Sigmund Freud (1932, p. 5).

Sinais especiais

As citações textuais podem conter alguns dos seguintes sinais, abreviações ou caracteres especiais:

Pode interessar-lhe:  10 Exemplos De Tipos De Fala

Qual a diferença entre uma citação direta e uma paráfrase?

Parafrasear é uma forma de citar a ideia de outra pessoa de uma forma não literal. Ao contrário da citação textual, que é um empréstimo do texto original que não é modificado em nada, uma paráfrase é uma reinterpretação do pensamento de outra pessoa, expressa nas palavras do autor que a retoma.

Neste caso, alguém lê as ideias de outro autor e depois explica-as nos seus próprios termos. Geralmente é parafraseado para resumir o que outra pessoa expressou ou para torná-lo mais compreensível. Tal como acontece com as citações textuais, a autoria do texto original deve ser respeitada acrescentando a referência correspondente. Por exemplo:

Como foi dito em numerosos livros sobre física quântica, as leis absolutas do universo com as quais o homem moderno procurou explorá-lo e compreendê-lo revelaram-se muito mais flexíveis e relativas (Einstein, 1960) do que se supunha.

Se gostou, partilhe-o: