10 Exemplos De Anabolismo E Catabolismo

o anabolismo e ele catabolismo são os dois processos químicos que compõem o metabolismo (conjunto de reações químicas que ocorrem em todos os seres vivos). Esses processos são inversos, mas complementares, pois um depende do outro e juntos permitem o funcionamento e o desenvolvimento das células.

Anabolismo

O anabolismo, também chamado de fase construtiva, é o processo metabólico pelo qual uma substância complexa é formada a partir de substâncias mais simples, sejam elas orgânicas ou inorgânicas. Esse processo utiliza parte da energia liberada pelo catabolismo para sintetizar moléculas complexas. Por exemplo: fotossíntese em organismos autotróficos, a síntese de lipídios ou proteínas.

O anabolismo forma a base do crescimento e desenvolvimento dos organismos. É responsável por manter os tecidos do corpo e armazenar energia.

  • Pode te ajudar: Bioquímica

Catabolismo

O catabolismo, também chamado de fase destrutiva, é o processo metabólico que consiste na quebra de moléculas relativamente complexas em moléculas mais simples. Isso inclui a degradação e oxidação de biomoléculas provenientes de alimentos, como carboidratos, proteínas e lipídios. Por exemplo: digestão, glicólise.

Durante essa quebra, as moléculas liberam energia na forma de ATP (trifosfato de adenosina). Essa energia é utilizada pelas células para realizar atividades vitais e por reações anabólicas para a formação de moléculas.

Exemplos de Anabolismo

  1. Fotossíntese. Processo anabólico realizado por organismos autotróficos (não necessitam de outros seres vivos para se alimentarem, pois geram seu próprio alimento). Na fotossíntese, a matéria inorgânica é convertida em matéria orgânica por meio da energia fornecida pela luz solar.
  2. Quimiossíntese. Processo que converte uma ou mais moléculas de carbono e nutrientes em matéria orgânica usando a oxidação de compostos inorgânicos. Difere da fotossíntese por não usar a luz solar como fonte de energia.
  3. Ciclo de Calvino. Processo químico que ocorre nos cloroplastos das células vegetais. Nele, moléculas de dióxido de carbono são usadas para gerar uma molécula de glicose. É o meio que os organismos autotróficos possuem para incorporar matéria inorgânica.
  4. Síntese proteíca. Processo químico pelo qual são produzidas proteínas formadas por cadeias de aminoácidos. Os aminoácidos são transportados pelo RNA de transferência para o RNA mensageiro, que se encarrega de determinar a ordem em que os aminoácidos se unirão para formar a cadeia. Esse processo ocorre nos ribossomos, organelas presentes em todas as células.
  5. Gliconeogênese. Processo químico pelo qual a glicose é sintetizada a partir de precursores glicosídicos que não são carboidratos.
Pode interessar-lhe:  Exemplos De Biodiversidade

Exemplos de catabolismo

  1. Respiração celular. Processo químico pelo qual certos compostos orgânicos são degradados para se tornarem substâncias inorgânicas. Essa energia catabólica liberada é usada para sintetizar moléculas de ATP. Existem dois tipos de respiração celular: aeróbica (utiliza oxigênio) e anaeróbica (não utiliza oxigênio, mas outras moléculas inorgânicas).
  2. Digestão. Processo catabólico no qual as biomoléculas consumidas pelo organismo são quebradas e transformadas em formas mais simples (as proteínas são degradadas a aminoácidos, os polissacarídeos a monossacarídeos e os lipídios a ácidos graxos).
  3. glicolise. Processo que ocorre após a digestão (onde os polissacarídeos são decompostos em glicose). Na glicólise, cada molécula de glicose é dividida em duas moléculas de piruvato.
  4. Ciclo de Krebs. Processos químicos que fazem parte da respiração celular em células aeróbicas. A energia armazenada é liberada através da oxidação da molécula de acetil-CoA e energia química na forma de ATP.
  5. Degradação de ácidos nucléicos. Processo químico pelo qual o ácido desoxirribonucléico (DNA) e o ácido ribonucléico (RNA) sofrem processos de degradação.
  • Continue com: Fenômenos químicos